25 novembro 2014

Em dez anos, cai desigualdade entre bairros ricos e pobres em 16 regiões metropolitanas do Brasil



© Foto: Erbs Jr./Frame/Agência O Globo Levantamento analisou 9.825 Unidades de Desenvolvimento Humano (UDHs), recortes geográficos que se assemelham a bairros ou áreas ainda menores nas grandes cidades.


A desigualdade entre bairros ricos e pobres, em 16 regiões metropolitanas do Brasil, caiu entre 2000 e 2010. É o que mostra um levantamento minucioso com base no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), divulgado nesta terça-feira pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Apesar da queda, as disparidades dentro das mesmas regiões metropolitanas mostram que a renda per capita num bairro pode ser até 47 vezes maior do que em outro; a esperança de vida, 14 anos mais longa; e o percentual da população de 18 anos ou mais com ensino fundamental completo pode não passar de 21% num bairro e atingir 94% em outro.


Dos dez bairros ou UDHs com maiores IDHMs, no universo das 16 regiões metropolitanas, as cinco primeiras são da cidade de São Paulo: Vila Madalena (Estação Vila Madalena e Estação Santuário Nossa Senhora de Fátima/Sumaré), Berrini/Vila Funchal, Jardim Paulistano e Vila Cordeiro, empatados com índice 0,965, na escala até 1. O bairro da região metropolitana do Rio de Janeiro em melhor posição é de Niterói: Icaraí / Praia, com índice de 0,962, na sexta posição do ranking geral, seguido por mais uma área paulistana: Pacaembu/Higienópolis, com 0,961.


No extremo oposto, a zona rural de Itacoatiara, na região metropolitana de Manaus, aparece com o IDHM mais baixo das 16 regiões analisadas: 0,501.


O levantamento analisou 9.825 Unidades de Desenvolvimento Humano (UDHs), recortes geográficos que se assemelham a bairros ou áreas ainda menores nas grandes cidades. Nos municípios pequenos, porém, uma UDH pode representar a cidade inteira.


Os bairros da cidade do Rio com mais alto IDHM são: Jardim Botânico / Parque Lage, São Conrado, Pasmado e Praia do Flamengo, com índice 0,959, empatados na 11.ª posição do ranking.


De acordo com o levantamento, as distâncias entre os bairros com mais alto e baixo IDHM caíram em todas as 16 regiões metropolitanas, na última década.

Elídio Queiroz continua pagando dívidas das gestões anteriores



Elidio
Mesmo com dois anos de governo, o prefeito de Jardim de Piranhas, Elídio Queiroz, ainda sofre para colocar o município nos eixos. A todo o momento, precisa reparar danos causados pelas administrações anteriores que deixaram dívidas catastróficas.
Uma delas foi de R$ 2,8 milhões do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A dívida que iria prejudicar a vida dos servidores públicos foi parcelada em 180 meses. Agora, Elídio foi surpreendido com outra conta não provocada por sua gestão. O montante de R$ 1,3 milhão, referente ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), precisa começar a ser pago até o dia 30 deste mês.
Neste caso, ele também se valeu da capacidade de endividamento do município e pediu parcelamento, com uma entrada de R$ 53 mil. “Não podemos deixar que essas questões prejudiquem o futuro de nossos servidores, mas é preciso dizer que esses problemas prejudicam muito a gestão porque diminui nossa capacidade de investimento”, disse Elídio Queiroz.
Embora seja um problema antigo enfrentado pelos municípios, dívidas como essas engessam os municípios que já sofrem com a deficiência financeira em decorrência do pacto federativo que é falho. Com tudo isso, Elídio Queiroz tem conseguido avançar bastante no município com obras e principalmente valorização do servidor público. 

Atenção concurseiros!


http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/concursos/jardim_de_piranhas/201401/informacoes.php
Edna Araújo

OPINIÃO -


O que dirige a sua vida?


  


 

Samuel Vieira

Rick Warren, autor do best-seller “Vida com propósito”, com mais de 20 milhões de exemplares vendidos, afirma que existem centenas de circunstâncias, valores e emoções que podem dirigir o ser humano, e as mais comuns são:
Culpa – Muitos passam a vida inteira fugindo de remorsos e ocultando a vergonha, manipulados por lembranças doloridas como um fugitivo errante, e sabotando seu próprio sucesso.
Rancor e raiva – Se apegam a mágoas e jamais conseguem superá-las, se fecham e interiorizam ressentimentos ou explodem em iras violentas. No entanto, aqueles que o magoaram não podem mais fazê-lo, a menos que se agarrem à dor através do rancor.
Medo - Vidas norteadas por ameaças, sensações de fracasso, fobias, vivendo inseguras todo tempo: Medo de amar, se doar, se entregar, de viver, porque as ameaças pairam constantemente sobre suas mentes. Contudo, medo é a auto-imposição de um cárcere.
Materialismo – O desejo de adquirir, ter e amontoar, se torna o único objetivo da vida, fazendo-os acreditar que ter mais o tornará feliz, importante e protegido.
Necessidade de aprovação – Não conseguem dizer não, tem uma enorme necessidade patológica de aprovação e reputação, possuem auto-estima baixa que lhes obriga a se tornarem escravos da opinião dos outros.
Podemos acrescentar ainda outros pontos como a ansiedade. O futuro parece extremamente ameaçador e perigoso, o amanhã assusta e apavora, levando-as a viverem sempre pré-ocupadas, antecipando o pior, imaginando o que pode sair de errado. Trabalho: orientados pela performance, resultados, tarefas, vivendo com agendas lotadas e encontrando prazer em falar disto. São viciadas em trabalhar.
E quanto a você? O que dirige sua vida?
A Bíblia diz que “para todo propósito há tempo e modo”. O grande desafio é encontrar propósito. Se você o possui, vai conseguir encontrar o tempo e a forma de fazer aquilo que é necessário fazer. “O homem sem propósitos é como um barco sem leme – um vira-lata, um nada, um ninguém” (Thomas Carlyle).
Certo rapaz era constantemente convidado a visitar uma família numa cidade vizinha, e como tinha a agenda muito cheia, nunca encontrava tempo. Um dia, porém, conheceu uma garota daquela cidade, e, apesar da agenda cheia, passou a ir semanalmente àquela cidade. O que mudou? Agora ele tinha um propósito, e com isto apareceu tempo e a forma de viabilizar as viagens.
Tempo e dinheiro revelam o que dirige a nossa vida.
Jesus afirmou que “Onde estiver o tesouro do homem, ali estará o seu coração”. O coração segue os valores estabelecidos. O problema é que o coração facilmente dá valor àquilo que não é realmente importante. E quando isto acontece, acaba colocando bens, sucesso, planos e sonhos nesta direção.
O que realmente tem sido importante para sua vida? Não se esqueça que os homens se parecem com seus deuses. O que norteia a sua vida passa a controlar tempo, recursos e a vida. Se o Deus único e verdadeiro é o que controla sua história e a dirige, certamente ele vai ocupar mais e mais sua agenda e prioridades.
Jornal Contexto

ENQUETE

Vereadores seguem disputas acirradas na enquete do marcondesgurgel.com para a presidência da Câmara Municipal de Jardim de Piranhas...

HOJE EM JARDIM DE PIRANHAS


Escola Walfredo Gurgel realiza exposição de trabalhos com grafite em Jardim de Piranhas

A Escola Municipal Monsenhor Walfredo Gurgel vai realizar nesta terça feira dia 25, a primeira exposição de grafite, os trabalhos realizados por alunos da escola serão apresentados nesta exposição que acontecerá na casa de cultura que funciona na antiga escola Padre João Maria das 7:00hs as 10:00hs e das 13:00hs as 16:00hs.
Qualquer pessoa pode visitar a exposição que conta com o apoio da prefeitura municipal e da secretaria de educação.

Secretário vai apresentar diagnóstico da Saúde à equipe de transição


Na próxima quarta-feira (26), o secretário de Saúde do Estado, Luiz Roberto Fonseca, vai apresentar o diagnóstico da área para o governador e vice-governador eleitos, Robinson Faria e Fábio Dantas, respectivamente, além da equipe de transição. A reunião será na Escola de Governo, às 17h.
Além do titular da Saúde, a equipe de transição também deverá ter apresentação do RN Sustentável, aguardando apenas a confirmação da data com o representante do projeto. O RN Sustentável é um projeto multisetorial integrado cuja meta é contribuir com o desenvolvimento do Estado através da implementação de ações articuladas, com foco na redução das desigualdades regionais.

Agentes penitenciárias do RN reivindicam melhores condições de trabalho



Sem título
Agentes penitenciárias do Rio Grande do Norte cobraram ontem 24, na Coordenadoria da Administração Penitenciária, melhor condição de trabalho nas unidades prisionais femininas. A categoria reivindica, principalmente, mais segurança devido a recentes de violência, como recente incêndio em veículo de uma agente e apedrejamento de viatura, nesse final de semana.
Marcos Dantas

Anunciada retomada de concurso com 600 vagas para Polícia Federal

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) anunciou que o concurso com 600 vagas de agente da Polícia Federal (PF) foi retomado.
O comunicado foi publicado após decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) de derrubar a liminar que suspendeu o certame no final do mês passado.
Foi divulgada, ainda, a relação provisória dos candidatos deferidos como portadores de deficiência, dos candidatos com atendimento especial e dos candidatos que tiveram o pedido de isenção do pagamento da taxa de inscrição aprovado.
Recentemente, a PF anunciou que as datas do concurso serão alteradas. Segundo outro comunicado também divulgado no site da organizadora, novas informações serão publicadas no dia 28 de novembro.
CorreioWeb

Vacinação contra a pólio e o sarampo será encerrada nesta semana

A campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite acaba na próxima sexta-feira (28). A imunização começou no dia 8 de novembro em todo o país. Dados do Ministério da Saúde mostram que, até o momento, 6,4 milhões de crianças receberam a dose contra a pólio, o que representa 50,4% da meta estabelecida. No caso do sarampo, 5,1 milhões de crianças foram vacinadas – cerca de 48,1% do público-alvo.

A meta do governo é imunizar 12,7 milhões de crianças contra a pólio e 10,6 milhões contra o sarampo. Devem tomar a vacina contra a pólio crianças entre 6 meses e 5 anos incompletos.

PARABÉNS

Dom Antônio Carlos é o aniversariante desta terça-feira (25)

dom antonio oficialO bispo diocesano de Caicó, dom Antônio Carlos Cruz Santos, é o aniversariante desta terça-feira, 25 de novembro.  Nascido na cidade do Rio de Janeiro, em 1961, emitiu a profissão religiosa em 02 de fevereiro de 1988 na Sociedade dos Missionários do Sagrado Coração e foi ordenado sacerdote em 12 de dezembro de 1992. Dom Antônio frequentou o Curso de Filosofia no Seminário “Paulo VI” de Nova Iguaçu (1984-1986) e o Curso de Teologia na Faculdade dos Jesuítas em Belo Horizonte (1989-1992). Além disso, obteve a Licenciatura em Filosofia na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
No decorrer do ministério sacerdotal, desempenhou os seguintes cargos: Vigário paroquial da Paróquia “Pai Eterno e São José” no Rio de Janeiro (1993-1994); Formador dos Juniores em Contagem, Arquidiocese de Belo Horizonte (1995-1997); Formador dos Postulantes em Belford Roxo, Diocese de Nova Iguaçu (1998-2001); Mestre dos Noviços em Pirassununga, Diocese de Limeira (2003-2011). Foi nomeado bispo de Caicó em 02 de fevereiro deste ano. Sua ordenação episcopal aconteceu em São Gonçalo/RJ, no dia 10 de maio, e acolhida e Posse em Caicó foi celebrada no dia 24 de maio de 2014.
Robson Pires

hoje na história

25
NOVEMBRO
Novembro
0102030405060708
0910111213141516
1718192021222324
252627282930
1808
Assinado o decreto real que "permite a concessão de terras aos estrangeiros residentes no Brasil".
1958
O Senegal vota pela independência como república dentro da Comunidade Francesa.
1967
Chuvas torrenciais inundam Lisboa, destruindo prédios e causando mais de quinhentos mortes.
1969
O vice-presidente Rademaker inaugura a rodovia Presidente Artur da Costa e Silva (BR-262), que liga Vitória a Uberaba.
1970
O escritor japonês Yukio Mishima suicida-se publicamente, em protesto contra o pacifismo nipônico.
1975
O Suriname torna-se independente, depois de 308 anos de domínio colonial holandês.
1988
A Cúria romana divulga um documento confirmando que todos os católicos que fizessem abortos estariam automaticamente excomungados.
2001
A Advanced Cell Technology (ACT), empresa de biotecnologia dos EUA, anuncia a primeira clonagem de um embrião humano.
2004
O Iêmen liberta 113 membros da rede terrorista Al Qaeda, de Osama bin Laden, que renegaram suas convicções extremistas.

Tempo em Jardim de Piranhas-RN

Terça-feira - 25.11.2014

24 novembro 2014

Exame da OAB reprova 82,5% dos candidatos inscritos em quatro anos

O Exame de Ordem da OAB (Ordem de Advogados do Brasil) reprovou 8 a cada 10 candidatos inscritos desde 2010. A taxa de reprovação é de 82,5%, segundo estudo feito pela FGV Projetos, atual responsável pela organização do exame.

O levantamento mostra ainda que, a fim de obter a carteira que permite pleno exercício da profissão, os bacharéis em Direito chegam a se inscrever 12 vezes para fazer a prova.
O estudo usou dados de candidatos do 2° exame de ordem unificado, aplicado em 2010, ao 13°, aplicado no primeiro semestre de 2014. Nos 12 exames, houve 1.340.560 inscrições – apenas 234,3 mil candidatos foram aprovados.
Para cada exame, a taxa de aprovação variou entre 11,4% (9° Exame) e 28,1% (10° Exame). Segundo o estudo, a variação reflete diferenças no conteúdo e no grau de dificuldade da prova, e também na qualidade de formação dos estudantes.
“Depois que o exame foi unificado o que aconteceu foi o aprimoramento na elaboração das provas e o consequente incremento do nível de exigência”, afirma João Aguirre, coordenador dos cursos para exame da OAB da LFG.
G1

TCU determina redução de R$ 15 milhões em contrato para construção da barragem Oiticica


Considerada a mais importante obra, atualmente, de combate a seca no Rio Grande do Norte, a barragem de Oiticica está, mais uma vez, envolta em superfaturamento. O Tribunal de Contas da União (TCU), por meio de seu corpo técnico, constatou um sobrepreço de R$ 15 milhões na obra (que custa R$ 310 milhões aos cofres públicos) e determinou a repactuação do contrato firmado pela Secretaria de Recursos Hídricos (Semarh) e o Consórcio EIT/Encalso, cortando os valores superfaturados.
Na decisão da Corte de Contas, divulgada nesta semana após publicação do acórdão assinado pelo ministro relator Aroldo Cedraz, não há responsabilização qualquer ordenador de despesa pelo sobrepreço constatado. Nem por parte do Governo do Estado, responsável pela obra, nem por parte do consórcio contratado. A Semarh, no entanto, tem 15 dias para repactuar o contrato sem que haja prejuízos a continuidade da obra.
Esta, vale lembrar, não é a primeira vez que o TCU encontra superfaturamento no contrato para a barragem de Oiticica. Em 2011, uma fiscalização realizada pelo corpo técnico do Tribunal encontrou um “sobrepreço global de R$ 39,5 milhões, ou 16,3% do total do Contrato 39/2010, haja vista os preços excessivos frente ao mercado”.
Foto: Canindé Soares
Além disso, foram encontrados também “restrição à competitividade” na concorrência para contratação da empresa responsável pela obra; “inexistência de composições de todos os custos unitários dos serviços do orçamento”; “utilização de critério de reajuste inadequado no contrato”; e “insuficiência de recursos orçamentários para a execução da obra no ano”.
Assim, à época, “por estarem presentes a fumaça do bom direito e o perigo da demora”, o ministro-relator determinou a adoção de medida cautelar com o objetivo de suspender quaisquer pagamentos com recursos federais para a obra, o que fez a construção da barragem de Oiticica ficar suspensa por alguns anos.
Após ouvir os gestores e realizar visita in loco, no entanto, o TCU conferiu os serviços realizados e os confrontou com as planilhas de preços de insumos utilizados. Um dos itens, identificado como “concreto usinado, com consumo de 80kg de cimento por m³, para CCR”, por exemplo, chegaria a provocar um superfaturamento de R$ 12 milhões na obra. Isso porque seu preço unitário no contrato era de R$ 159,88, mas o preço de referência do TCU foi de R$ 128,82 – e seriam necessários 386,6 mil unidades deste item.
Mesmo assim, diante de algumas explicações dadas pela Semarh e pelo consórcio responsável pela obra, foram feitos ajustes no relatório dos técnicos do TCU e o parecer final acabou prevendo um superfaturamento menor que o inicialmente apontado: “apenas” R$ 15 milhões, conforme apontou o ministro relator, Aroldo Cedraz, apontou em seu voto na Corte de Contas.
O relatório de Cedraz foi aprovado pelos demais ministros do TCU, determinando, assim, que “a Semarh que, no prazo de 15 dias, promova medidas junto ao Consórcio EIT/Encalso para repactuar o Contrato 39/2010 de forma a elidir o sobrepreço global de R$ 15.176.659,17″. Além disso, o Tribunal também elaborou planilha com preços máximos de alguns serviços e materiais, como concreto e transporte, que deverão ser adotados como limites caso haja celebração de termos aditivos ao contrato.
BARRAGEM DE OITICICA
A barragem de Oiticica é uma das obras mais festejadas no meio político potiguar. O empreendimento faz parte do projeto Eixo de Integração do Seridó e tem como objetivo a contenção de cheias, com a consequente redução de riscos de inundações no Vale do Açu, e a diminuição do déficit hídrico da sub-bacia do rio Seridó, a qual responde por 90% do déficit hídrico da bacia do rio Piranhas/Açu.
A obra é de responsabilidade da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Estado do Rio Grande do Norte (Semarh/RN) e era financiada com recursos federais por meio do Convênio Siafi 570441 (Programa de Trabalho 18.544.2051.10DC.0024), cujo objeto se referia à construção da primeira etapa da Barragem Oiticica.
Atualmente, as obras da Barragem Oiticica estão sendo custeadas pelo Termo de Compromisso 001/2013 (Siafi 674878), pactuado entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). O valor original do termo de compromisso é de R$ 292.000.000,00 e a contrapartida do estado é de R$ 19.000.000,00.
Vale lembrar que a obra da barragem de Oiticica foi bastante utilizada pelo presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, quando ele disputou o Governo do RN. Em vários trechos da propaganda eleitoral, Henrique apareceu visitando a obra e ressaltando o trabalho dele para conseguir “destravar”, junto ao Governo Federal, a questão burocrática que havia impedido que a obra saísse do papel.
PAGAMENTO
Dos mais de R$ 300 milhões que custarão a obra, o Governo Federal liberou, até o momento, apenas R$ 55,4 milhões. A expectativa é que mais R$ 10 milhões sejam repassados até o início de dezembro. Outros R$ 22 milhões ficarão empenhados para serem pagos até fevereiro de 2015. (O Jornal de Hoje)